FINAL DE ANO: Tempo de descanso entre treinos?

Charles Chaves

FINAL DE ANO: Tempo de descanso entre treinos?

Ouça clicando no “Play”.

Essa conversa começou com o Charles Chaves, nosso aluno aqui na Teiú Aventura. Falávamos sobre reduzir ou não os treinos nesse período de final de ano. O famigerado “Off Season”. Esse termo é mais forte e conhecido no basquete, no entanto, em qualquer planejamento esportivo de alguma forma o “off season” está incluído e não poderia ser diferente no mountain bike. Existe diversas definições, mas no geral trata-se de uma fase de transição no treinamento.

É o momento das férias dos treinos? É a hora de parar para descansar?!
Sim, porém com ponderações para quem deseja melhores rendimentos nas próximas provas ou desafios pessoais.
Isso significa que você irá parar ou reduzir substancialmente as cargas (frequência cardíaca, watts, percepção de esforço) e volumes (distância, tempo, velocidade média) para um alívio osteo-articular, neural e até psicológico (hora de se cobrar menos).

E aí vem a principal dúvida dos meus alunos e imagino que de alguns 2 ou 3 leitores aqui. Por quanto tempo devo ficar nesse descanso?!
Depende dos seus objetivos! Imagine que você foi durante 12 anos funcionário registrado (CLT) atuando como publicitário, criando campanhas para empresas de pequeno e médio porte. Sua ambição natural e sua bagagem de experiência acumulada levou você a abrir sua própria agência de publicidade. Nessa nova fase você passou a ter mais responsabilidades e funções que não tinha quando funcionário, e ainda sem um substituto com habilidades próximas e com apenas um ano de empresa aberta, resolve tirar férias de 30 dias, assim como no regime CLT. Ai eu volto a pergunta para você: Por quanto tempo você deve tirar férias?

Nesse período de descanso do treinamento, o ideal é você continuar fisicamente em atividade* (não exercício) com estímulos musculares diferentes, de baixo impacto e média a baixa intensidade. Em outras palavras, se você corre, seria interessante pedalar, se você já pedala, reduza a frequência ou até vá nadar ou remar um caiaque. Voltando a analogia acima do publicitário tirando férias, é como se ele aceitasse atender uma ligação rápida da empresa, despachar alguns e-mails para os funcionários realizarem algumas tarefas. Isto é, de férias, porém não 100%, assim como deve ser no treinamento físico com foco em rendimento (rendimento aqui quero dizer você melhor do que você mesmo).
Complementando, se você é ativo fisicamente, sem metas de provas futuras, pode tirar mais dias de descanso sem grandes compromissos físicos. Agora se você já é ativo quase atlético (+ 5 dias de treinos por semana), e tem provas ou desafios pessoais para os próximos 3 a 6 meses, então você precisa ter menos férias dos treinos e se manter minimamente em atividade para não perder tanto da construção do ciclo anterior.
Lembre-se que o Michael Phelps manifestou seus resultados extraordinário no retorno as olimpíadas aos 52 treinos extras comparados aos seus concorrentes, treinando por 4 anos (ciclo olímpico), também aos domingos. E aqui gosto de puxar outra curiosidade, é “fenotipo” ou “genotipo”, isto é, é o ambiente (treinos, suporte, dedicação) ou genética (já nasceu preparado) como Michael Phelps, Messi, Lewis Hamilton, Serena Williams, Giuliana Morgen (Giugiu da Sense)? Deixe seu comentário aqui. Se rolar um debate legal eu escrevo sobre isso.

Agora, porque o “Off season” nesse período do ano?!
Isso eu atribuo a um efeito manada, ao calendário de eventos das modalidades e a publicidade. Ou seja, a maior parte da população para nesse momento cronológico como interpretamos o tempo (final de ano), as principais provas, ao menos no calendário do mountain bike ficam no meio para o final do ano, e consequentemente as verbas publicitárias aparecem MAIS nesse período.

E se eu não quiser “descansar” agora?
É um fato que nada dura pra sempre, pode durar bastante como uma Brastemp ou pilhas Duracell, mas não dura pra sempre. E não é diferente no seu treinamento físico. Você pode continuar crescendo tecnicamente e fisiologicamente, mas haverá um momento que você perderá performance porque não houve descanso, entre os treinos, e até entre os ciclos. Só que se você tiver esse platô ou decréscimo de rendimento bem no período das provas, você não vai gostar. E vai querer compensar treinando mais, e consequentemente afundará mais. Agora se “descansar” no período “certo”, é possível que alcance seu pico de performance no auge das provas ou do seu desafio pessoal.

Nessa minha conversa com você, tento ser menos superficial do que apenas um postzinho legal, procuro estimular uma auto análise sobre sua relação com o exercício físico e como você deve lidar com ele de uma forma madura e realista dentro do seu momento e das suas condições emocionais e físicas. Logo esse tipo de reflexão alcança muito menos pessoas, dá menos likes, menos comentários, e não traz tantos seguidores, mas é o caminho na qual acredito e desejo me comunicar com mais cuidado, e se você chegou até aqui é porque alguns aspectos, nem tenho a pretensão que sejam todos mesmo, fazem sentido para você e para sua vida. Então, convido a você compartilhar com aquela pessoa que também tem esses anseios, dúvidas e certezas na vida.

*Atividade física: toda ação que gera movimento corporal. Ex: lavar a louça, regar as flores, subir para o segundo andar da casa. Já ‘exercício físico’ é geração de movimento de forma cíclica ou não de forma programada (tempo, distância, demais variáveis de controle de intensidade e volume).

Já conheceu o Clube Teiú (mais que um grupo de pedal) por aqui para saber mais!

Se quiser ficar pode dentro o que vai rolar nos treinos, cursos e cicloviagens da Teiú Aventura, entre no nosso canal aberto do Telegram da Teiú Aventura

Abraço,

Leandro Fredericci
Fundador Teiú Aventura Assessoria Esportiva

Acompanhe a Teiú na net:
Instagram: @teiuaventura
e-mail: leandro@teiuaventura.com.br

Ficou com alguma dúvidas? Fale agora por Whatsapp…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *